Você sabe o que um médico do sono faz?

O médico do sono é um médico com treinamento especializado na medicina do sono, são treinados principalmente em clínicas, otorrinolaringologia, pneumologia e neurologia, e depois realizam um curso a parte focado na medicina do sono. Esses profissionais são especializados em distúrbios do sono, como ter uma noite de sono ruim e outros distúrbios que serão apontados mais a frente

Quais exames o médico do sono costuma pedir?

O exame de polissonografia ou uma simples consulta com os médicos anteriormente citados capacitados em realizar exames na área da medicina do sono, nenhum outro exame é necessário.

Como é feito o exame do sono?

É feito um estudo de maneira não invasiva que monitora o que acontece com seu cérebro e corpo enquanto você dorme. Nesse teste você vai para um laboratório do sono que é configurado para pernoites em uma sala escura e confortável. Assim monitorando os estágios e os ciclos do sono, identificando as possíveis interrupções no padrão do sono. Além de medir o movimento dos olhos, batimentos cardíacos, ronco, nível de oxigênio no sangue e movimentos corporais. A sessão toda do tratamento não exige nenhum doutor ou enfermeira ao seu lado, mas elas são filmadas.

Fonte:http://joaninhabacana.blogspot.com/2014/11/laboratorio-do-sono.html

Como eu sei se tenho algum problema relacionado ao sono?

Aproximadamente 70% dos brasileiros não dormem bem. Os adultos com poucas exceções precisam de 7 a 9 horas de sono para se manterem ativos e produtivos, sem prejudicar sua saúde. Outros problemas são acordar múltiplas vezes durante o sono.

Esses distúrbios de sono são múltiplos, como:

Apneia do sono

Distúrbio do sono possivelmente grave em que a respiração para e volta diversas vezes.Seus principais sintomas são roncar durante o sono, excesso de cansaço, dores de cabeça pela manhã, diminuição de rendimento em estudos ou trabalho, impotência sexual, irritabilidade e depressão. Essa doença acontece graças a um estreitamento nas vias respiratórias,na região do nariz e garganta, que acontece por uma desregulação na atividade dos músculos da região da garganta chamada faringe, que pode ficar muito relaxada.

Bruxismo

Refere-se ao hábito de pressionar e ranger os dentes presente em muitos adultos e crianças durante toda a vida. Ocorre quando os dentes entram em contato de maneira forçada, quer esse contato seja silencioso ou produza sons, especialmente durante o sono.

Insônia 

É caracterizada pela dificuldade de dormir ou conseguir manter um sono contínuo sem ser interrompido durante a noite. Cerca de 30% a 50% dos brasileiros sofrem com a insônia, que pode se manifestar por diversas razões, como estresse, ansiedade, depressão, dor crônica e uso de certos medicamentos.
Fonte:https://www.pfizer.com.br/noticias/ultimas-noticias/dicas-para-acabar-com-insonia#:~:text=A%20ins%C3%B4nia%20%C3%A9%20caracterizada%20pela,e%20uso%20de%20certos%20medicamentos.

Sonambulismo

O ato de se levantar e caminhar durante o sono, sonambulismo é um distúrbio cuja causa ainda é desconhecida. O que se sabe é que ele se manifesta mais no sexo masculino e que alguns fatores podem aumentar o risco de desenvolver o transtorno. É um distúrbio que se manifesta durante o estágio mais profundo do sono.

É verdade que não se pode acordar um sonâmbulo?

Um mito muito popular é que se você acordar um sonâmbulo, ele pode ter um ataque cardíaco e até morrer, e realmente é só um mito, o máximo que pode acontecer é ele ter confusão, medo e às vezes ter uma postura mais agressiva.

5 Dicas valiosas para um sono de qualidade

  • Fazer exercícios físicos: uma das melhores formas científicas de melhorar o sono e saúde, pois ao se exercitar, o corpo gera endorfina – o neurotransmissor que atua como analgésico e traz sensação de bem-estar
  • Não dormir com a televisão ligada e deixar o celular alguns minutos de lado antes de dormir: exposição de luz do dia é benéfica, entretanto a exposição noturna à luz tem o efeito oposto, pois o seu cérebro de maneira inconsciente vai ficar processando os feixes de luz, atrapalhando o processo de adormecer e piorando seu sono.
  • Procurar dormir e acordar no mesmo horário: ser consistente com os horários de sono pode melhorar a qualidade de sono em longo prazo, pois o seu corpo consegue entrar em uma rotina, sendo mais fácil de dormir e acordar.
  • Ter um ambiente propício para o sono: temperatura, ruído, luzes e disposição dos móveis, para ter um ambiente confortável, aumentando o tempo que se entra em sono profundo.
  • Usar itens como relógios inteligentes podem ser uma boa para melhorar o seu sono: eles conseguem captar as horas que você dormiu, a qualidade de seu sono e os momentos que aconteceram alguns distúrbios.

Onde encontrar seu neurologista

Neurologista em Maceió

Neurologista em Manaus

Neurologista em Salvador

Neurologista em Goiânia

Neurologista em São Luís

Neurologista em Cuiabá

Neurologista em Campo Grande

Neurologista em Recife

Neurologista em Teresina

Neurologista em Natal

Neurologista em Florianópolis

Neurologista em Aracauju

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.