Você sabe o que faz um endogastro?

O médico endogastro é o responsável por cuidar de todo o aparelho digestivo que envolve órgãos, como boca, esôfago, estômago, intestino, pâncreas.

Quando procurar um médico endogastro?

Como o médico endogastro cuida de todo o nosso sistema digestivo, é ideal procurar um endogastro quando há sintomas no sistema digestivo como um todo. Os sintomas mais comuns que levam as pessoas a esses especialista são: enjoos, vômitos, diarreia, prisão de ventre, alergias alimentares, dores abdominais, gases, distensão ou desconforto abdominal, azia e/ou queimação no estômago.

Um outro caminho é quando há a indicação de um outro especialista para que você procure um endogastro.

Como atua um endogastro?

Um médico endogastro não só atua no diagnóstico e tratamento das doenças do sistema digestivo – apesar de ser o mais comum. Ele também trabalha com toda a parte de prevenção e promoção da saúde.

Portanto, na consulta com um endogastro, é comum o endogastro indicar dietas adequadas para pessoas com transtornos no sistema digestivo, hábitos que visam melhorar a saúde gastrointestinal.

Quais as doenças que um especialista endogastro trata?

O endogastro trabalha na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças do sistema digestivo, portanto, são muitas as doenças tratadas por ele. Entre as mais comuns e conhecidas, estão:

Doença do refluxo gastroesofágico

Acontece quando o conteúdo ácido do estômago ou a bile voltam pelo esôfago causando dores e irritação na mucosa. Também pode causar queimação na área do peito que piora depois de se alimentar ou ao se deitar. 

Gastrite

Trata-se de uma inflamação nas paredes do estômago que pode ser causada por diversos fatores como: uso de medicamentos, maus hábitos alimentares ou questões emocionais. Causa dores intensas na parte superior do abdômen. 

Úlcera gástrica

São feridas que podem se desenvolver nas mucosas do esôfago, estômago ou intestino delgado e pode causar dores intensas, azia ou indigestão e ainda queimação. Entre as principais causas estão também a má alimentação, uso de medicamentos, questões emocionais, como o estresse e a infecção pela bactéria H. pylori.

Pedra/cálculo na vesícula

As pedras/cálculos na vesícula se formam pelo acúmulo de fluidos digestivos, principalmente cálcio. A principal causa é a má alimentação, mas também há fatores genéticos. O sintoma mais comum é uma dor intensa na parte superior direita do abdômen. 

Hepatite

Trata-se de uma inflamação no fígado e grande parte das doenças são causadas por vírus. Entretanto, também pode-se desenvolver hepatite pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas e/ou alguns medicamentos. Os sintomas variam de acordo com a causa da doença, mas é comum se ter uma cor amarelada na pele e na parte branca dos olhos.

Cirrose

Já a cirrose acontece quando, esses processos inflamatórios no fígado, são recorrentes e persistentes que, ao longo do tempo, impedem a regeneração das células do órgãos. Os sintomas variam de acordo com o estágio da doença. 

Pancreatite

Trata-se da inflamação do pâncreas. Os sintomas podem incluir dor na parte superior do abdômen até mesmo náuseas e vômitos. A principal causa da doença é o consumo excessivo de álcool, mas pode ter outros fatores desencadeantes. 

Síndrome do intestino irritável

A síndrome do intestino irritável trata-se de um distúrbio intestinal que causa dores abdominais, inchaço, diarreia e constipação. São muitos os fatores que podem desencadear a doença e precisam ser investigados pelo endogastro. 

Quais exames um endogastro costuma pedir? 

Além da consulta, preenchimento da ficha do paciente, conhecimento do seu histórico familiar, hábitos alimentares e estilo de vida, o endogastro também pode pedir exames complementares para definir o diagnóstico ou acompanhar a evolução da doença. Os mais comuns são endoscopia, colonoscopia, ultrassonografia e tomografia.

Como é o tratamento com um endogastro?

Os tratamentos vão depender da doença e suas causas, mas podem ser clínicos e, em alguns casos, cirúrgicos. 

Onde encontrar o seu médico endogastro:

Endogastro em Alagoas, clique aqui!

Endogastro no Amazonas, clique aqui!

Endogastro na Bahia, clique aqui!

Endogastro em Goiás, clique aqui!

Endogastro no Maranhão, clique aqui!

Endogastro no Mato Grosso, clique aqui!

Endogastro em Mato Grosso do Sul, clique aqui!

Endogastro em Pernambuco, clique aqui!

Endogastro no Piauí, clique aqui!

Endogastro no Rio Grande do Norte, clique aqui!

Endogastro em Santa Catarina, clique aqui!

Endogastro em Sergipe, clique aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.